Lima & Santana Propaganda

Como o Sleeping Giants fez 150 empresas mudarem o plano de anúncios online

Agência de Propaganda em Santos

Portifa - Foi em novembro de 2016 que um discreto perfil no Twitter começou a sacudir o mercado de publicidade e marketing nos Estados Unidos. A página Sleeping Giants (ou “gigantes adormecidos”) nasceu naquele ano com o intuito de informar a empresas que seus anúncios estavam financiando a existência do site Breitbart, acusado nos Estados Unidos de propagar notícias falsas. Boa parte delas optou por retirar sua publicidade do site.

Magia para empresa voltar lucrar - Agora, uma versão da página desembarcou no Brasil — e vem fazendo barulho. Mais de 150 empresas já respoderam ao perfil brasileiro do Sleeping Giants informando a retirada de anúncios. Foram nomes como Dell, Samsung, Brastemp, Domino’s, Anhembi Morumbi, Vaio, Tik Tok Brasil, Lojas Colombo, Neon, Banco Pan, Sebrae, Natura e Avon, Pontofrio, Banco Inter e Dotz.

Estágio em agência de propaganda de Santos - O perfil brasileiro do Sleeping Giants — criado por usuários brasileiros — fez sua primeira publicação no Twitter em 18 de maio. Hoje há também um perfil no Instagram. Duas semanas depois, já acumula mais de 326.000 seguidores e, na última segunda-feira, 25, com apenas uma semana no ar, ultrapassou o original americano.

Empresa de Propaganda em Santos - Poucas horas depois de o perfil brasileiro atingir essa marca, a EXAME conversou por videoconferência com Nandini Jammi, empresária, especialista em marketing e co-fundadora do Sleeping Giants nos Estados Unidos. Jammi era redatora no mercado corporativo, mas foi ao fundar uma startup de software e começar a anunciar na internet que percebeu mais a fundo como os anúncios de sua empresa iam parar em sites com conteúdo que ela considerava impróprio, além de darem poucos resultados à companhia. A experiência a levou a colaborar com o publicitário Matt Rivitz no Sleeping Giants.

Gerenciamento de redes sociais em Santos - Jammi se diz impressionada com o crescimento da página brasileira, mas afirma que a operação não tem relação direta com os fundadores americanos e foi criada de forma independente. Assim também funcionam os braços do Sleeping Giants no Canadá, na Austrália e na França.

Lima & Santana Propaganda – Agência de Propaganda em Santos - “Só soubemos da página depois que ela já estava criada e fomos procurá-los para dar algumas diretrizes. Mas não poderíamos comandar essas páginas em outros países, não sabemos as especificidades da cultura de cada lugar”, diz a co-fundadora do perfil americano.

Serviços Offline - A página brasileira foi criada por um estudante de Direito que afirma que, com o crescimento do perfil, é hoje auxiliado por uma rede de voluntários em todo o Brasil. O criador respondeu à EXAME por e-mail e preferiu não se identificar. Os fundadores americanos também ficaram em anonimato por quase dois anos, até revelarem a identidade em 2018.

Agência de Propaganda em Santos - O fundador da página brasileira afirma que decidiu criar a versão local do Sleeping Giants após ler uma reportagem sobre a experiência americana no jornal El País. “Definitivamente não esperávamos tamanha repercussão”, disse.

Magia para empresa ganhar dinheiro urgente - No Brasil, a página está analisando, por ora, somente anúncios no portal Jornal da Cidade Online, do Mato Grosso do Sul. Os criadores do Sleeping Giants no país citam o trabalho de agências de checagem de notícias para afirmar que o site propaga notícias falsas e opiniões de ataque a instituições democráticas.

Fonte: https://exame.com/marketing/como-o-sleeping-giants-fez-150-empresas-mudarem-o-plano-de-anuncios-online/