Lima & Santana Propaganda

Como seriam as redes sociais sem publicidade? Um terço das principais marcas considera suspender investimento – Executive Digest

Agência de Propaganda em Santos

Projeto de Estandes - Um inquérito realizado pela World Federation of Advertisers (WFA) mostra que perto de um terço das maiores marcas a nível mundial irá ou apresenta uma probabiliade elevada de suspender os gastos em redes sociais. A análise, reportada pelo Financial Times, sugere um sentimento alargado de revolta em relação a plataformas como o Facebook devido à incapacidade de controlar ou limitar a propagação do discurso de ódio.

Lima & Santana Propaganda – Agência de Propaganda em Santos - O mesmo inquérito revela que 41% das marcas mostra indecisão em relação à possibilidade de suspender as campanhas digitais. «Parece um ponto de viragem», afirma Stephan Loerke, Chief Executive Officer da WFA – que para este estudo contou com a colaboração de 58 anunciantes responsáveis por mais de 90 mil milhões de dólares em investimento publicitário.

Empresa de Propaganda em Santos - O mesmo responsável acredita que o boicote lançado ao Facebook através da campanha “Stop Hate for Profit” terá um impacto mais duradouro do que aquilo que é proposto pelos organizadores. Em vez de um mês de pausa de publicidade paga no Facebook, o movimento poderá estender-se no tempo e alargar-se a mais redes sociais.

Administração de redes sociais - «O que é impressionante é o número de marcas que dizem que estão a reavaliar as suas estratégias a longo prazo de alocação de media e que exigem mudanças estruturais na forma como as plataformas lidam com a intolerância racial, discurso de ódio e conteúdos prejudiciais», adianta ainda Stephan Loerke.

Oportunidade em agência de publicidade de Santos - Unilever, Adidas, Starbucks, Coca-Cola, Ford e HP são alguns dos gigantes que já confirmaram que irão suspender os gastos em publicidade no Facebook. Alguns já indicaram que vão mesmo pôr em pausa o investimento em todas as redes sociais durante o mêsde Julho. Outros até propõem uma suspensão até ao final do ano.

Rádio para clínicas - «O racismo não vai ser resolvido em 30 dias», acrescenta Greg Paull, co-fundador da consultora de marketing R3 Worldwide, Em declarações à mesma publicação, sublinha como as empresas têm de olhar para as suas próprias administrações e analisar o espaço que dão a pessoas de diferentes etnias mas também a mulheres.

Fonte: https://executivedigest.sapo.pt/como-seriam-as-redes-sociais-sem-publicidade-um-terco-das-principais-marcas-considera-suspender-investimento/