Lima & Santana Propaganda

Investigados por fraude em licitações de publicidade teriam tentado subornar servidores da Justiça do Trabalho, diz PF | Acre

Foi a partir dessa denúncia, que a PF iniciou as investigações e, nesta quinta, deflagrou a Operação Hefesto, que desarticulou o grupo criminoso. Ao todo, foram cumpridos 24 mandados, sendo sete de prisão e 17 de busca e apreensão nas cidades de Rio Branco, Xapuri e Sena Madureira.

O delegado responsável pelas investigações, Vitor Negraes, afirmou que a operação investiga corrupção e desvio de recursos públicos. A ação teve apoio da Justiça Federal, Justiça do Trabalho e Polícia Federal. As pessoas presas prestam esclarecimentos na sede da PF, em Rio Branco.

“A Justiça do Trabalho, em demanda de processo trabalhista, verificou que haviam fraudes relacionados a órgãos públicos e noticiou que iria notificar os órgãos competentes. Em razão disso, o grupo tentou evitar que esses ofícios fossem enviados para os órgãos, tentando aliciar os servidores, e a partir daí se desenrolou as investigações”, disse Negraes.

A Polícia Federal afirmou que a Aleac foi “vítima” do grupo criminoso. A polícia não divulgou os nomes dos envolvidos, mas afirmou que não há servidores públicos ou parlamentares envolvidos.

Fonte: https://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2018/09/13/investigados-por-fraude-em-licitacoes-de-publicidade-teriam-tentado-subornar-servidores-da-justica-do-trabalho-diz-pf.ghtml