Lima & Santana Propaganda

Sérgio Amado tem como missão integrar as marcas do WPP no Brasil

Portifolio - O publicitário Sérgio Amado confirma que está deixando o cargo de chairman do Grupo Ogilvy Brasil e assume como country manager do Grupo WPP no Brasil. Sua missão será reformular a atuação da holding britânica no Brasil, com foco em sinergia e integração das marcas da empresa.

Papa Saneamento - A primeira grande mudança é de sede. A equipe do WPP no Brasil, composta por cerca de 10 funcionários, deixa o escritório que ocupava dentro da agência Fbiz e se muda para a sede da Y&R – muito próxima à Ogilvy também, na Marginal Pinheiros.

Suporte - “O mercado está em processo de mudança e precisamos mudar mais rápido do que o mercado. E estou certo de cumpriremos esse desafio nos próximos anos”, avalia o publicitário. Amado diz que conta com os outros líderes dentro das empresas ligadas ao WPP no Brasil para ajudar na transformação do negócio do grupo.

Serviços Promocionais - A principal missão, diz Amado, será promover a sinergia e integração das marcas do WPP, o que sinaliza a possibilidade de novas fusões. As aquisições também estão nos planos.  “O Brasil é um mercado chave para o Grupo WPP, por isso continuaremos investindo em aquisições diversas e na elevação de mais eficiência, usando toda a tecnologia em benefício dos clientes”.

Simpatia para atrair dinheiro e sorte - Amado também dá a exata dimensão do desafio que tem pela frente. O WPP, no Brasil, é formado por 56 empresas e emprega cerca de 7 mil pessoas. “Somos líderes em agências de propaganda, no digital, em data intelligence, em relações públicas e em outros diversos segmentos. Somos o maior conglomerado de comunicação do mundo e do Brasil. Atuamos em todas as áreas da comunicação”, resume.

Divulgação

Clientes - Leia mais:

Bio - Sérgio Amado será country manager do WPP no Brasil